sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Flavio Serafini 50!


ACOMPANHE A AGENDA DO CANDIDATO A PREFEITO DO PSOL:

FLAVIO SERAFINI 50!

SÁBADO - 01/09

9h30 - Panfletagem na Engenhoca (Largo do São Jorge)

14h - Panfletagem no Hortifruti (Rua Moreira César, 35 - Icaraí )

16h – Aniversário do candidato Bruno Menezes (Rua Ministro Otávio Kely, 467) 


DOMINGO - 02/09

09h - Panfletagem Largo do Marrão (concentração em frente ao Império da Banha)

14h - Panfletagem na Comunidade do Zulu

15h - Atividade cultural no Parque da Cidade  - “Juntos por um novo horizonte!”

2ª-FEIRA - 03/09

11h - Panfletagem na Praça do Rink,  (Próximo ao Plaza Shopping)

19h - Plenária em frente ao Niterói Shopping 

VAMOS JUNTOS!


Durante a campanha, semanalmente, publicaremos depoimentos de niteroienses que apóiam Renatinho e que desejam construir conosco um novo mandato de luta! Envie também o seu depoimento para publicarmos.

Vejam os depoimentos de apoio que recebemos ao longo desta semana:




"Em Niterói, todos comRenatinho!"
Getulio Cunha - comunidade São Judas Tadeu - Icaraí











"Estou com Renatinho, como ele está conosco em todas as lutas da Universidade e nas lutas da classe trabalhadora em geral. Os trabalhadores de Niterói se reconhecem em Renatinho e por isso apoio sua reeleição para a Câmara dos Vereadores" - Marcelo Badaró - professor de história/ UFF.




"A reeleição do querido vereador Renatinho é a garantia de que a solidariedade aos povos oprimidos pelo imperialismo terá espaço, vozes atuantes e reforço militante na Câmara Municipal."
Maristela R. Santos Pinheiro - Comitê de Solidariedade à Luta do Povo Palestino do RJ.






"Renatinho é um exemplo do que deve ser um lutador social. Trabalhando como vendedor ambulante durante 30 anos, o contato com o povo das ruas fez dele um defensor dos direitos da população. Por isso, está em seu segundo mandato. Sempre ao lado dos movimentos sociais e em defesa dos direitos humanos. Em Niterói, sou Renatinho!
Vito Giannotti - escritor coordenador do Núcleo Piratininga de Comunicação.

PRÓXIMA REUNIÃO:

Segunda-feira, 03 de setembro, 19 horas, na Rua Moreira Cesar, 427, em frente ao supermercado Prezunic.
 

Vamos juntos rumo a mais um mandato democrático, participativo, transparente e de luta! Construa conosco mais esse mandato popular para seguirmos legislando para a população de Niterói, fiscalizando seriamente o Poder Executivo e estando junto com os movimentos populares em todos os momentos de luta e resistência pela cidade e pelos trabalhadores!




Reuniões de campanha todas as segundas-feiras às 19 horas na Rua Moreira Cesar, 427, em frente ao supermercado Prezunic.


PROGRAME-SE E VENHA COM A GENTE!


Proponha também uma atividade para o Renatinho, marque um comício doméstico, uma panfletagem em um local de sua preferência, etc... Nossa campanha militante precisa de você!

Acompanhe algumas de nossas atividades neste final de semana:



SÁBADO - 01/09

09h às 13h -  Panfletagem/Visibilidade no Campo de São Bento;
09h às 12h – Panfletagem/Visibilidade Praia de Icaraí;
09h às 12h – Panfletagem/Visibilidade em Icaraí (Mercado Prezunic/Pão de Açucar);
09h às 12h – Banquinha Região Oceânica (próximo da Padaria Grão ao Pão);

DOMINGO - 02/09

09h às 12h – Panfletagem/Visibilidade  no Fonseca;
09h às 12h – Banquinha Largo da Batalha;
09h às 13h – Panfletagem/Visibilidade no Campo de São Bento;
10h às 12h – Panfletagem/Visibilidade Praia de Icaraí;





ACOMPANHE TAMBÉM A AGENDA DO CANDIDATO A PREFEITO DO PSOL:

                
Flavio Serafini 50!


SÁBADO - 01/09

9h30 - Panfletagem na Engenhoca (Largo do São Jorge)

14h - Panfletagem no Hortifruti (Rua Moreira César, 35 - Icaraí )

16h – Aniversário do candidato Bruno Menezes (Rua Ministro Otávio Kely, 467) 


DOMINGO - 02/09

09h - Panfletagem Largo do Marrão (concentração em frente ao Império da Banha)

14h - Panfletagem na Comunidade do Zulu

15h - Atividade cultural no Parque da Cidade  - “Juntos por um novo horizonte!”

2ª-FEIRA - 03/09

11h - Panfletagem na Praça do Rink,  (Próximo ao Plaza Shopping)

19h - Plenária em frente ao Niterói Shopping 

TRABALHADOR PEGA COMIDA DO LIXO E VAI PARAR NA CADEIA


A realidade pode ser mais dura do que a ficção. No Centro de Pesquisa da Petrobrás (Cenpes), três trabalhadores de uma empresa que presta serviços à estatal foram retirados em camburão do trabalho e processados criminalmente. Um deles, Cláudio Charles Gonçalves, de 33 anos, está desde terça (28) preso na 54º DP, em Belford Roxo. Hoje (29) seria transferido para o presídio de Bangu. O crime cometido? Tentou levar para casa um frango jogado no lixo. Eles trabalham para a firma Ultraserve, contratada pela Petrobrás e responsável por servir as refeições no restaurante do Cenpes.

A retirada dos três rapazes do seu local de trabalho em camburão, diante de todos os colegas, aconteceu no dia 19 de julho. Diogo Cardoso, 27, também processado, é um jovem magro, de olhar assustado. Ele relatou que uma de suas funções na Ultraserve é recolher os sacos de lixo para descarte. Disse que as normas da Anvisa são muito rigorosas e os frangos, depois de descongelados, quando não aproveitados na refeição, são sempre descartados, “pois não poderiam ser congelados novamente”.

Assim, teria achado um desperdício aquele descarte. Com o produto já no lixo – dois ou três frangos – achou que não haveria problema em dividir aqueles restos de comida com um amigo. Foi o que fez, dividindo o descarte com Cláudio Charles, que no momento está preso. Segundo a sua esposa, ele está muito abalado emocionalmente, “por causa da vergonha a que está sendo submetido”.

O amigo Diogo – ambos são vizinhos na localidade de Nova Aurora, em Belfort Roxo – só não foi para a cadeia esta semana, porque não estava em casa quando a polícia chegou, a mando da Ultraserve, com ordem de prisão preventiva. O que não impediu sua esposa de passar por momentos de tensão, quando a polícia adentrou pela sua casa. Aos 27 anos de idade, Diogo já tem três filhos, um deles com necessidades especiais.

O terceiro trabalhador processado criminalmente pela Ultraserve é Marcos Paulo, de 24 anos, residente numa comunidade em Caxias. Ele trabalhava em outro restaurante do Cenpes, quando foi detido. Seu crime foi tentar levar para casa, achando que dava para aproveitar, “algumas barrinhas de chocolate quebradas e amassadas e um pouco de iogurte fora da validade”.

Se hoje Marcos Paulo não está detido em Bangu, preso preventivamente como se fosse um perigoso fora da lei, é porque não estava em casa, no momento em que a polícia chegou à casa de seus pais com a ordem de prisão.

O Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) denunciou há cerca de um mês, em editorial publicado no jornal Surgente, o absurdo daqueles processos criminais. Na ocasião, o sindicato já exigia providências da Petrobrás contra o que considerou um abuso de autoridade e desrespeito aos trabalhadores.

Mas, na terça (28), recebe uma notícia ainda mais inusitada: é decretada a “prisão preventiva” dos trabalhadores, a pedido da Ultraserve. Em apoio às vítimas dessa arbitrariedade, o sindicato indicou um advogado para acompanhar o caso. O mais ilógico é que as leis em vigor jamais condenariam à prisão três trabalhadores de ficha limpa, por tentar levar para casa ninharias destinadas ao lixo. A prisão preventiva deveria estar reservada a bandidos perigosos que ameaçam a sociedade.

Na manhã desta quarta (29), os trabalhadores da Ultraserve fizeram uma paralisação no Cenpes, em solidariedade aos colegas injustados. Representantes do Sindipetro-RJ se reuniram com a gerência de Recursos Humanos (RH) do Cenpes e aguardam providências. O advogado que vai defender os trabalhadores dará entrevista à TV Petroleira, ao vivo, na próxima segunda-feira, 3 de setembro, às 19 horas) – o endereço eletrônico é tvpetroleira.tv

Fonte: Agência Petroleira de Notícias

AMPLIAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DA TIRIRICA X DIMINUIÇÃO DO PARQUE EM 2007.


          Renatinho foi o ÚNICO vereador de Niterói presente ontem na importante Consulta Pública sobre a ampliação dos limites do Parque Estadual da Serra da Tiririca. Após décadas de lutas pela proteção da Reserva Municipal Darci Ribeiro, local de extrema relevância ambiental que sofre com o abandono e omissão de seguidos prefeitos, podemos ter o local protegido por uma lei estadual. Esta luta, travada por diversos movimentos sociais da cidade, em especial pela AMADARCY – Associação de Amigos do Parque Natural Darcy Ribeiro, através de seus bravos militantes, renderá belos frutos para as futuras gerações. 
            
          No entanto, a outra anexação das Ilhas do Pai, da Mãe e da Menina, em Itaipu, apesar de também nos agradar no quesito preservação, traz ao mesmo tempo certa preocupação com relação aos pescadores que tradicionalmente se utilizam do entorno das ilhas para a prática da pesca artesanal. A pesca artesanal é uma modalidade de pesca não predatória que só traz benefícios ao meio ambiente. Os pescadores artesanais estão em constante harmonia com a natureza para dela retirar seu sustendo. Ao contrário da pesca predatória, praticada por grandes embarcações, que, esta sim, deve sim ser proibida no local. A pesca artesanal de Itaipu foi recentemente tombada como patrimônio cultural da cidade de Niterói, a partir de um projeto do vereador Renatinho em parceria com o Fórum das Comunidades Tradicionais de Niterói. No entanto, caso haja a possibilidade da criação de uma Reserva Extrativista Marinha sobreposta às Ilhas no Parque, entendemos que nossa preocupação pode ser superada.

           A Reserva Extrativista Marinha é uma demanda antiga dos pescadores artesanais e dos que realmente se preocupam com a defesa da fauna local. Os que se opõe a esta proposta podem estar priorizando outros interesses que não a defesa da pesca artesanal e do meio ambiente.

           Apesar dos inegáveis avanços conquistados com a anexação da Darci Ribeiro, durante a Consulta Pública nosso mandato também fez questão de lembrar que essa anexação não é um favor do INEA. Além de ser fruto de muita luta, essa anexação é mais do que obrigação do órgão estadual tendo em vista a agressão ambiental ocorrida em 2007 quando centenas de hectares foram RETIRADOS dos limites do Parque Estadual da Serra da Tiririca (PESET).
           
            Cerca de 10 a 17% dos limites do PESET demarcados por Decreto em 1993 foram descartados em 2007 durante o trâmite do Projeto de Lei sobre novos limites aprovado na ALERJ. Além das áreas descartadas por proposta do próprio órgão ambiental, diversos deputados apresentaram emendas para retirar novas áreas e assim liberar novas construções em todo o entorno do Parque, nos municípios de Marica e especialmente de Niterói. Áreas de Mata Atlântica em regeneração e outras completamente regeneradas, como por exemplo a que existe em frente a Pizzaria Las Lenas, na estrada do Engenho do Mato, foram descartadas em um corte criminoso e sem critérios.

            Vejam a imagem feita pelas comunidades tradicionais e movimentos sociais na época da diminuição dos limites. Esta imagem foi levada em forma de banner para a audiência pública na ALERJ, diversas denúncias foram feitas, mas acabou prevalecendo a força da base do governo que aprovou a criminosa diminuição.

       Na mesma época, estudiosos e defensores do meio ambiente se debruçaram sobre a diminuição e seguem até hoje pressionando pela reanexação de algumas destas áreas de grande importância ambiental. Na Consulta Pública realizada na última quinta-feira (30-08) contou-se com a presença do pesquisador Douglas de Souza Pimentel, responsável por uma Tese de Doutorado que denuncia a drástica diminuição de 2007 feita com o aval do INEA, na época ainda denominado IEF. Vejam o trecho da tese de doutorado lida ontem na audiência pública pelo coordenador do Fórum das Comunidades Tradicionais, o advogado Fernando Tinoco:

            “Em seu sítio da internet (INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS, 2008), acessado em 11 de dezembro de 2007, nas informações sobre o PESET, esses limites são considerados como área potencial de 2400 ha. No mesmo site a notícia sob a manchete “Parque da Tiririca tem limites definidos pela ALERJ”, de 16 de agosto de 2007, afirma que segundo a proposta aprovada, a área do parque foi reduzida em 5,3%, passando de 2.195 hectares para 2.077 hectares com a aprovação dos limites definitivos, estabelecidos pela lei nº 5.079 de 03 de setembro de 2007 (RIO DE JANEIRO, 2007). Considerando a área atual de 2.077 ha (sem a recente inclusão da orla da Lagoa de Itaipu no Parque), verifica-se uma questão que é mais semântica do que territorial. Ora, se não considerarmos o Morro das Andorinhas (que possui 100,4 ha, não computados nos limites em estudo), que foram incluídos nos limites definitivos, a perda em relação à área original proposta pelo decreto de 1993 (considerando que essa era mesmo de 2.195 ha) chega a 218,4 ha (quase 10%). Se considerarmos que os limites em estudo abrangiam uma área de 2.400 ha, a perda para os loteamento e condomínios no entorno do PESET chega a 423.4 ha (representando aproximadamente 17 % de redução em relação à área provisória de 1993).”

Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo
Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”
Os “parques de papel” e o papel social dos parques
Douglas de Souza Pimentel


            “O momento de comemoração pela vitória da anexação da Darci Ribeiro não pode esconder os problemas que enfrentamos em todo o Estado do Rio de Janeiro com relação à defesa do meio ambiente. O INEA precisa ter mais seriedade em seus laudos e pareceres técnicos ambientais. Este é o mesmo INEA que, por exemplo, está licenciando o Duto do Comperj para despejar lixo petroquímico na Praia de Itaipuaçu, o que vai trazer enormes prejuízos ambientais inclusive para nossas praias da Região Oceânica e para as Ilhas do Pai, da Mãe e da Menina. Parabéns à AMADARCI, ao CCRON, ao Fórum das Comunidades Tradicionais e a todos que de alguma forma participaram e seguem participando da luta em defesa de uma cidade mais justa, fraterna e com justiça socioambiental!”, disse o vereador Renatinho, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal.



FÓRUM DA TRANSPARÊNCIA QUER FICHA LIMPA PARA TODOS E DEFENDE APROVAÇÃO DE PROPOSTA DE RENATINHO (PSOL)!


Depois da matéria de O Globo Niterói no domingo passado a polêmica sobre o Ficha Limpa de Niterói continua na Câmara Municipal. O Projeto do vereador Renatinho (PSOL) que tramita na Câmara desde 2010 e foi construído junto dos movimentos sociais, com a aprovação da Conferência de Transparência e Controle Social, defende Ficha Limpa para TODOS os cargos de livre indicação e exoneração. Enquanto que o Projeto do vereador Rodrigo Farah (PMDB) defende apenas Ficha Limpa para cargos de direção e chefia.



  

“O nosso Projeto de Lei tramita na Câmara desde 2010 e a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) até hoje sequer deu parecer. É no mínimo estranho que um outro projeto da mesma natureza seja apresentado, contendo critérios duvidosos (só valendo para cargos de direção e chefia) e receba parecer em tempo recorde para ser votado antes do nosso.”, disse Renatinho.

            Durante a reunião do Fórum Municipal de Transparência e Controle Social, realizada na última quarta-feira (29-08), Renatinho foi o ÚNICO vereador presente para debater os melhores rumos para o movimento em defesa do Ficha Limpa Municipal. A reunião, que contou com representantes de diversas entidades como o Conselho Comunitário da Orla da Baía de Niterói, Observatório Social e Viva Niterói, aprovou a defesa prioritária ao PL 243/2010, de autoria de Renatinho. Tendo em vista o cumprimento inclusive do Regimento Interno da Câmara, este projeto deveria ter recebido parecer em 10 dias, mas o vereador Rodrigo Farah, presidente da CCJ, preferiu arquivar durante 02 anos e agora dar parecer primeiro ao projeto dele próprio, sobre o mesmo tema - mas que retira os demais cargos comissionados que não sejam de direção e chefia dos critérios do Ficha Limpa.

            No entanto, Renatinho buscando acima de tudo o interesse público da aprovação do Ficha Limpa, concordou com a proposta do Fórum de encaminhar uma emenda ao Projeto apresentado em 2012 para que, em caso de não votação do PL 143/2010, se busque a inclusão do Ficha Limpa para TODOS no novo Projeto. Desta forma, o plenário do Fórum de Transparência, construiu um texto de consenso e enviou nesta quinta-feira ao Presidente da CCJ para que fosse incluído no novo PL, contendo a assinatura de todos os vereadores que concordem com a modificação.

Vejam a íntegra do ofício entregue na CCJ. - ANEXO

        “Todos sabem que estou na luta pelo Ficha Limpa há décadas. Ajudei os movimentos sociais a colher assinaturas para o Ficha Limpa Federal. O Projeto que eu apresentei é bem mais completo, pedindo Ficha Limpa para TODOS e inclusive que toda e qualquer nomeação seja devidamente justificada por escrito. O Ficha Limpa não pode ser só para cargos de direção e chefia, temos que nos blindar contra qualquer aberração que possa surgir, como por exemplo o extinto Conselho Consultivo. Não podemos ter um Ficha Suja cuidando da coisa pública em nenhum local. Sei que a maioria da Câmara quer boicotar o vereador do PSOL, mas neste momento tenho acordo com o Fórum e em havendo a possibilidade do conjunto de vereadores aprovar a emenda do Ficha Limpa para TODOS neste Projeto de 2012, me comprometo a retirar o nosso de 2010, assinar a emenda e votar a favor.”, disse o vereador Renatinho.

A CCJ se comprometeu em colocar em votação a proposta de Ficha Limpa para TODOS já na semana que vem. Vamos aguardar e cobrar!















PESQUISA REVELA QUE RENATINHO É O VEREADOR MAIS PRESENTE EM AUDIÊNCIAS PÚBLICAS!


Pesquisa da ONG Alegria de Ser Brasileiro, baseada no livro de presença das audiências públicas da Câmara ao longo das legislaturas, revela que Renatinho é o parlamentar com mandato que mais compareceu nas audiências públicas para ouvir e debater junto da população os principais temas da cidade.

Renatinho lidera disparado o Ranking com 67% de presença. O vereador que se encontra em segundo lugar aparece apenas com um pouco mais da metade das presenças de Renatinho (39%).

Isso ocorre não só porque nosso mandato realiza muitas audiências públicas em parceria com a população, mas também porque Renatinho comparece a todas as audiências públicas referentes a projetos e propostas do Poder Executivo e dos demais vereadores. Renatinho cumpre efetivamente seu papel fiscalizador e como representante da população faz questão de estar junto dos niteroienses e ouvi-los sobre todos os temas em discussão na cidade.



terça-feira, 28 de agosto de 2012

COMISSÃO DA VERDADE


PCB CRIA A SUA COMISSÃO DA VERDADE

(Nota Política do PCB)

            O Comitê Central do PCB decidiu compor uma Comissão da Verdade própria para pesquisar, organizar e produzir um relatório sobre os crimes cometidos pelo Estado e seus agentes durante a ditadura militar-empresarial que tomou de assalto de forma golpista o poder no país no período entre 1964 e 1985.
O órgão terá seu funcionamento e trabalhos organizados de forma coletiva pelo próprio Comitê Central. De acordo com o secretário-geral do PCB, Ivan Pinheiro, a medida visa garantir que todos os atos cometidos contra o Partido e seus militantes durante aqueles anos dramáticos sejam levados ao conhecimento público.
                       
            "Temos razões para suspeitar que a Comissão da Verdade criada pelo Governo Federal possa não trazer resultados que contemplem os anseios por informação dos familiares de mortos, desaparecidos e torturados por aquele regime ditatorial. O Partido toma como sua a luta dessas pessoas; o arbítrio cometido a todo e qualquer militante de nossas fileiras é o arbítrio contra o PCB, seu ideário e sua prática cotidiana de organização do povo em prol de sua libertação. Nosso Comitê Central assume como das maiores responsabilidades e principais tarefas do presente esclarecer o que precisa ser trazido ao conhecimento da população", ressaltou Ivan.

            A iniciativa prevê a pesquisa e coleta de informações e documentos, além de entrevistas e a produção de um relatório que deverá ser encaminhado à Comissão da Verdade criada pelo governo.
                        "Fomos a organização que mais teve militantes sofrendo as agruras da Ditadura. Mais de uma dezena de nossos camaradas continuam desaparecidos, outras dezenas foram assassinados, centenas, quiçá milhares, sofreram torturas, outros milhares foram prejudicados em seus empregos, em sua vida familiar", comentou o secretário-geral.

            Dessa forma, o PCB conclama os militantes daquele período que ainda se encontram em nossas fileiras, aos familiares, amigos e colegas de nossos militantes que foram prejudicados pela ditadura, a entrarem em contato com o Partido para que possamos organizar um relatório o mais completo possível.
Solicitamos a qualquer cidadão que tiver informações a respeito do tema, e desde já lhe agradecemos por isso, que entre em contato com o PCB.

PCB – Partido Comunista Brasileiro
Secretariado Nacional


sábado, 25 de agosto de 2012

VAMOS JUNTOS!

Durante a campanha, semanalmente, publicaremos depoimentos de niteroienses que apoiam Renatinho e que desejam construir conosco um novo mandato de luta! Envie também o seu depoimento para publicarmos.

Vejam os depoimentos de apoio que recebemos ao longo desta semana:


“Quem acompanha o mandato do Vereador Renatinho é testemunha de suas lutas em defesa dos direitos da maioria da população de Niterói.”
Juarez Torres Duayer - professor da Escola de Arquitetura e Urbanismo da UFF. 






Apoiamos o Renatinho em mais uma eleição para vereador pelo seu trabalho participativo na comunidade de Niterói. Sua atuação em prol da cidade nos faz querer ajudar na continuidade de seu mandato. É um vereador que honra nossa Niterói e o cargo que exerce.” -  Família Vaz 




"Renatinho é 50.123!", Marcelo Freixo - professor de história, deputado estadual pelo PSOL e candidato a prefeito na cidade do Rio de Janeiro.
Veja também o vídeo de Marcelo Freixo em apoio ao Renatinho:



  “O meu voto é para Renatinho (PSOL), homem honesto. Honrar o voto que lhe é dado é sua grande preocupação. Para Renatinho a palavra ética é sagrada. Diogenes de Sinope andava na cidade de Atenas com uma lamparina acesa dizendo que estava à procura de um homem honesto. Se ele morasse hoje, em Icaraí, encontraria ali na esquina das ruas Pereira da Silva com Gavião Peixoto, o Renatinho (PSOL)!” - Jaime Correa  - jornalista.




PRÓXIMA REUNIÃO:

Segunda-feira, 03 de setembro, 19 horas, na Rua Moreira Cesar, 427, em frente ao supermercado Prezunic.
 
Vamos juntos rumo a mais um mandato democrático, participativo, transparente e de luta! Construa conosco mais esse mandato popular para seguirmos legislando para a população de Niterói, fiscalizando seriamente o Poder Executivo e estando junto com os movimentos populares em todos os momentos de luta e resistência pela cidade e pelos trabalhadores! 

 
Reuniões de campanha todas as segundas-feiras às 19 horas na Rua Moreira Cesar, 427, em frente ao supermercado Prezunic.

PROGRAME-SE E VENHA COM A GENTE!

Proponha também uma atividade para o Renatinho, marque um comício doméstico, uma panfletagem em um local de sua preferência, etc... 
Nossa campanha militante precisa de você!

Acompanhe algumas de nossas atividades neste final de semana:


01/09 – SÁBADO
9às13h - Campo de São Bento 
9às13h - Correio Engenho do Mato  
9às12h - Praia Icaraí 
9às12h - Prezunic/Pão de Açúcar/Icaraí 
9às12h  -  Banquinha  Grão Pão  RO 
9às12h  - Prezunic/Fonseca  
21às23h - Bares São Francisco 


02/09 – DOMINGO
9às12h  - Rua São Januário/Fonseca  
9às12h - Largo Batalha (Banquinha) 
9às13h - Campo de São Bento  
10às12h - Praia Icaraí 
17h30 - Igreja Porciúncula/ Icaraí - Santuário das Almas 




Por um Mundo melhor!


“Nossa luta é por um mundo melhor para seres humanos e animais”, Renatinho.

       Desde nosso primeiro mandato parlamentar, em 2001, venho lutando pela saúde e proteção dos animais por entender que delas também dependem a saúde e o bem- estar da população. Só um serviço público de castração pode impedir o número enorme de animais abandonados nas ruas. O controle e combate de zoonoses é uma questão de saúde pública. Os animais abandonados além de contraírem doenças às transmitem para o homem. Causando assim sofrimento de ambos os lados. Precisamos entender que  o sofrimento do animal abandonado e doente é real e doloroso, assim como no nosso caso.                                              
                       
            “A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados”Mahatma Gandhi

       Temos diversos projetos de leis que versam sobre o direito dos animais. Um deles, solicitado pela população, elaborado e apresentado pelo meu mandato, prevê a criação de uma Unidade Móvel de Castração, levando aos diversos bairros e locais mais distantes da cidade os serviços de esterilização, vacinação e cuidados clínicos. Isso, já é uma realidade em diversos municípios. Em Niterói, só não acontece por falta de vontade política, já que o custo de um projeto como esse não é maior do que o custo do tratamento das doenças como Leptospirose, Leishmaniose, Babesiose Humana, Erlichiose, Febre Maculosa e Doença de Lyme (transmitidas por carrapato) e outras.

RENATINHO SEGUE NA LUTA TAMBÉM PELA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA!

Pessoa em situação de rua dormindo dormindo na varanda do CREPOP

Renatinho apresentou o PL 0062/2012, que objetiva criar o um Programa de Acolhimento Noturno para a população em situação de rua. O Centro de Acolhimento Noturno, um dos encaminhamentos aprovados, durante a Audiência Pública da Rede de Proteção à População em Situação de Rua, realizada em 20 de maio de 2011 pela Comissão de Direitos Humanos desta Câmara, visa à plena garantia dos Direitos Humanos aos cidadãos excluídos da sociedade, uma vez que funcionará como espaço do exercício de cidadania, realizando trabalhos diferenciados, que de fato, contribuam para a real inclusão social.

     “Acreditamos na importância da operacionalização desta ação social para construção de uma sociedade mais justa, igualitária, menos perversa, mais humana e, sobretudo, mais saudável. É preciso fazer valer esta ação em prol da dignidade destes que necessitam recuperar a autoestima.”, disse o vereador Renatinho, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Niterói.

Niterói tem o mais alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado do Rio e terceiro maior de todo país, porém não tem vagas suficientes em abrigos para comportar a população que infelizmente ainda vive em suas ruas e praças. 

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

AGENDA DA CAMPANHA


PRÓXIMA REUNIÃO:
Segunda-feira, 20 de agosto, 19 horas, na Rua Moreira Cesar, 427, em frente ao Prezunic. 
 
Vamos juntos rumo a mais um mandato democrático, participativo, transparente e de luta! Construa conosco mais esse mandato popular para seguirmos legislando para a população de Niterói, fiscalizando seriamente o Poder Executivo e estando junto com os movimentos populares em todos os momentos de luta e resistência pela cidade e pelos trabalhadores! 
 
Reuniões de campanha todas as segundas-feiras às 19 horas na Rua Moreira Cesar, 427, em frente ao SUPERMERCADO Prezunic.



PROGRAME-SE E VENHA COM A GENTE!
Proponha também uma atividade para o Renatinho, marque um comício doméstico, uma panfletagem em um local de sua preferência, etc... Nossa campanha militante precisa de você!
Acompanhe algumas de nossas atividades neste final de semana:


SÁBADO – 18/08

09h às 13h -  Panfletagem/Visibilidade no Campo de São Bento

09h às 12h – Panfletagem/Visibilidade Praia de Icaraí
09h às 12h – Panfletagem/Visibilidade em Icaraí (Mercado Prezunic) 
09h às 12h – Panfletagem/Visibilidade em Piratininga (Mercado Real)




DOMINGO – 19/08

09h às 12h – Panfletagem/Visibilidade com Flávio Serafini na Rua São Januário no Fonseca


13h às 17h – Panfletagem/Visibilidade na Praia de Icaraí (PARADA LGBT) 

DOMINGO VAI TER CHORO MALANDRO no QUILOMBO do GROTÃO


VAMOS JUNTOS!


Durante a campanha, semanalmente, publicaremos depoimentos de niteroienses que apóiam Renatinho e que desejam construir conosco um novo mandato de luta! Envie também o seu depoimento para publicarmos.

Vejam os depoimentos de apoio que recebemos ao longo desta semana:

“O mandato do Renatinho é de fato coletivo e receptivo, em constante exercício de cidadania plena! Nos últimos anos, todas as questões ambientais e sociais de Niterói encontraram nele o apoio indispensável. Com muita coragem, Renatinho questiona manobras escusas, enfrenta os acordos espúrios entre o governo municipal e a especulação imobiliária, além de denunciar os grandes empreendimentos poluidores. Criou a lei municipal que reconhece a pesca artesanal de Itaipu como bem imaterial integrante do patrimônio de nossa cidade. Parceiro de todas as horas, sempre esteve presente ao lado das comunidades tradicionais da Serra da Tiririca, como no caso do despejo de uma família tradicional de sitiantes. Com a mesma atenção, também lutou pela conservação das terras e da identidade cultural da comunidade do Sapê/Fazendinha. Resgatou o direito à vida para os animais de rua, com a Lei 2925/12 que proíbe o sacrifício de animais pelos órgãos públicos. Renatinho luta por uma melhor qualidade de vida para todos! - Laura França -Ambientalista ex-administradora do Parque Estadual da Serra da Tiririca.




“Participo de todas as lutas da cidade. Em todas essas lutas, Renatinho, esse bravo guerreiro, esteve ao meu lado, lutando sem medo. A porta do seu gabinete está sempre aberta para o povão! É muito importante Niterói reeleger Renatinho para mais um mandato na Câmara, onde ele representa de verdade a população da cidade”. - José Azevedo - Militante e ativista do movimento Social de Niterói.





“Numa era de “mensalões” o nosso voto é mais importante! Precisamos afirmar através do voto os valores éticos e morais da sociedade que queremos.
 Eu voto e indico Renatinho para vereador, porque reconheço nele, e no seu mandato a honestidade, coragem e luta do povo brasileiro! 

Vote você também: Renatinho é 50.123!” Maria Angélica Lacerda - Assistente social /UFF, professora (UNIPLI) e mãe.






“Meu voto é do Renatinho porque ele acolheu a causa da pesca artesanal. Somos produtores de alimentos, usamos técnicas seculares e ecológicas, que agora são consideradas estratégicas para o futuro da humanidade. Renatinho criou a lei que tombou a pesca artesanal como patrimônio de Niterói. Esta ação obrigou o poder público a nos proteger, elevou nossa auto-estima e estimulou ainda mais a nossa emancipação, enquanto trabalhadores do mar. Renatinho representa a política da cidadania e da dignidade".
Jairo Augusto da Silva - pescador artesanal de Itaipu, diretor da ALPAPI - Associação Livre dos Pescadores e Amigos da Praia de Itaipu.



PREFEITURA NOVAMENTE DESCUMPRE A LEI E NITERÓI CONTINUA SEM PLANO MUNICIPAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS!


ENQUANTO ISSO O FIM DO MORRO DO CÉU É ADIADO POR MAIS DOIS ANOS COM ANUÊNCIA DO INEA E DA PREFEITURA!

Ainda em 2007 Renatinho apresentou um Projeto de Lei para instituir a Lei Municipal de Resíduos Sólidos, projeto construído junto da população de forma pioneira, antes da lei federal. No entanto, a Mesa Diretora jamais colocou o PL em votação, apesar de nossas cobranças. Em 2008, no final do governo Godofredo foi enviada uma Mensagem Executiva no sentido de adequar a legislação municipal à lei federal, mas esta também sequer foi votada. Depois de 2010 algumas reuniões foram realizadas junto da Secretaria de Meio Ambiente, mas o Executivo não encaminhou nenhuma proposta concreta.

O prazo da lei federal acabou em 02 de agosto e o Mandato do Vereador Renatinho enviou ofício para a Secretaria de Meio Ambiente cobrando explicações sobre o não envio de nenhuma Mensagem Executiva e pedindo que uma Mensagem fosse enviada para análise dos vereadores e da população. No entanto, achamos que cabe uma audiência pública sobre o tema para que a população opine e tome conhecimento.




                          "Infelizmente a falta de política pública para um tema tão importante quanto os resíduos sólidos é reflexo da desorganização do governo e da lógica de composição de cargos baseada em apoio eleitoral. A secretaria de meio ambiente já mudou de mãos pelo menos uma três vezes neste governo. Se isso não bastasse, Clin foi privatizada e a participação popular não é uma coisa que agrade ao Poder Executivo. Assim, a cidade vai sendo prejudicada, prazos legais são descumpridos e acabamos sem poder sequer ter ajuda institucional de outras esferas de governo. O tratamento, aproveitamento e a destinação final dos resíduos é também uma questão de direitos humanos! Enviei um ofício cobrando que o Plano Municipal de Resíduos Sólidos seja debatido com a sociedade e votado o mais rápido possível.", disse o vereador Renatinho, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal.

Clique e leia o ofício: